Revista Vacatussa #11

Editorial

No início de 2015, quando definia os temas para este novo ciclo da Revista Vacatussa, pensei em “diálogos” com a ideia de refletir esses tempos de intolerância que testemunhamos em nossas timelines. Embora estejamos na época com mais ferramentas propícias ao diálogo, parece que perdemos a capacidade de ouvir o outro. Curiosamente, ainda que o tema tenha chegado aos autores sem bula; a ideia só foi seguida por Tadeu Sarmento. Para minha surpresa, os outros deram a lição de que, quando nos dispomos ao diálogo, abrimos a janela para novas ideias. Assim, Aline Arroxelas opta por um diálogo do corpo, Cristhiano Aguiar fala do tempo em que conversar com computador era algo inocente, Débora Ferraz escreve com as entrelinhas de um bate-papo e Nivaldo Tenório revela como palavras ditas podem ser estilhaços. Deco Vicente, Tatiana Maciel e Joana Rozowykwiat, cada um do seu jeito, focam nos silêncios que existem nas relações amorosas. Para completar esse time, uma crônica de Everardo Norões e um conto de Gilvan Lemos, escrito em 1947 e publicado em novembro de 1948 pela revista Alterosa. Ambos exemplificam o poder que a literatura tem para nos permitir dialogar com o tempo. Algo que espero conseguir com esta edição. Boa leitura!

Textos

Expediente

Edição, Diagramação, Revisão Thiago Corrêa (vacatussa@gmail.com) | Textos Aline Arroxelas –Cristhiano Aguiar – Débora Ferraz – Deco Vicente – Everardo Norões – Gilvan Lemos – Joana Rozowykwiat – Nivaldo Tenório – Tadeu Sarmento – Tatiana Maciel |  Ilustrações Eduardo Padrão | Periodicidade Bimestral, ISSN: 2359-1609 | Incentivo cultural Funcultura | Publicação Recife, julho/agosto de 2017