Seleção para a Revista Vacatussa, n. 12

29

Está aberta a seleção para compor a 12ª edição da REVISTA VACATUSSA. Com a proposta de descobrir novos autores, a REVISTA VACATUSSA tem apostado, desde o seu 4º número, em seleções públicas de textos. Baseado numa ampla divulgação para atrair escritores e uma seleção rigorosa, a estratégia tem se mostrado eficiente, ampliando o horizonte de colaboradores da revista, elevando o nível de qualidade das publicações e descobrindo novos valores. Ao todo, nas páginas das 10 edições publicadas da REVISTA VACATUSSA já foram impressos 95 textos (entre contos, crônicas e poemas) de 69 escritores diferentes e 91 ilustrações. Atualmente, o projeto conta com incentivo do Funcultura.

REGULAMENTO:

  1. Serão aceitos textos dos gêneros conto, poesia e crônica;
  2. Cada autor só poderá enviar um único texto;
  3. O texto não pode ultrapassar o limite de 3.500 (três mil e quinhentos) caracteres (com espaço);
  4. O texto deve ser enviado em arquivo de Word (.doc ou .docx);
    • O arquivo deve ser nomeado com o nome do autor seguido pelo título do texto. Exemplo: “Fulano de Tal – Título da obra”;
  5. O texto deve estar de acordo com o seguinte formato:
    • Fonte: Times New Roman;
    • Tamanho da fonte: 12 (doze);
    • Espaçamento entrelinhas: 1,5 (um e meio);
  6. Os textos devem ser enviados para o e-mail vacatussa@gmail.com até o dia 15 de junho;
  7. Os autores dos textos selecionados receberão a quantia de R$ 300 (trezentos reais) pela cessão de direitos autorais, mediante apresentação de documentação complementar;
Compartilhe

Sobre o autor

Jornalista e mestre em Teoria da Literatura pela UFPE, onde desenvolveu pesquisa sobre narrativa em literatura eletrônica. É um dos fundadores do Vacatussa, integrou a equipe do programa de rádio Café Colombo, passou pelas redações dos jornais Folha de Pernambuco e Diario de Pernambuco.

29 Comentários

    • Sim, desde que esse conto se sustente por si só, Pedro. Ou seja, desde que ele possa ser compreendido sem a necessidade da leitura dos outros. Diria que é como uma sequência de um filme. Cada filme, normalmente, pode ser visto de forma independente, com começo, meio e fim. Mesmo que no conjunto se tenha uma ideia mais completa daquele universo.

  1. Para a publicação, vários concursos literários e algumas editoras erroneamente exigem a cessão de direitos autorais. Há uma impossibilidade jurídica porque implica na cessão de direitos patrimoniais, transferíveis, e também dos direitos morais que, por lei, são intransferíveis.
    Os regulamentos dos concursos literários ou contratos de edição deveriam solicitar os direitos de publicação da obra para uma determinada edição, por um determinado prazo ou com uma determinada tiragem.
    Sempre que houver cláusula de cessão, procure atrelar a um prazo.

  2. Estou certo das boas intenções de vocês, tanto que não exigem textos inéditos.
    Quisera que todos os organizadores de concursos literários, como vocês, percebessem a diferença entre cessão de direitos e direito de publicação.
    Abraços,

    • Felipe, acredito que até o fim de junho devemos ter o resultado. Talvez um pouco mais de tempo seja necessário, a depender da quantidade de textos inscritos.

  3. Carlos André Vilares Silva em

    No meu caso, nunca registrei um poema. Ele teria que ser registrado? Ou posso escrevê-lo e mandar direto, já que o prêmio se dá pela cessão dos direitos autorais?

  4. Olá! Gostaria de participar da nova edição da revista, mas tenho a mesma dúvida que alguns sobre a “cessão de direitos autorais”. Não seria licença ou autorização? Desculpe se estou enganado, mas na cessão de direitos o autor praticamente entrega sua obra e perde o controle sobre ela no futuro… Algo que não é muito atrativo.

  5. Iasmin Carolaine de Matos Gonçalves em

    uma perguntinha . A ficha de inscrição pode ser mandada pelo email ?

  6. Ana Monteiro em

    Gostaria de enviar. A cessão de direitos autorais significa abrir mão dos meus direitos de autor? Pergunto porque sou portuguesa e aqui denominamos isso por venda ou cedência. Assim, para mim, cessão pode significar autorização de utilização ou venda com respetiva perda desses mesmos direitos.
    Assim sendo e caso fosse selecionada, de boa vontade cederia, até gratuitamente, os direitos;no entanto, case se trate de uma venda, então não me interessa.
    Desde já agradeço resposta.
    Cumprimentos,

    Ana Maria Monteiro

    • Trata-se apenas de uma autorização para publicação, Ana. Nosso contrato de cessão de direitos autorais é de caráter não exclusivo, o autor continua com o direito de publicar o texto onde quiser, vender para outras publicações…

Comente!