O retorno digital de Aspades

0

A memória literária, a forma como certos livros e autores essenciais não recebem reconhecimento devido, são temas que merecem maior atenção; o volume de novidades parece provocar certo esquecimento de grandes obras e escritores de um passado às vezes recente. É o caso de Aspades, ETs, etc, de Fernando Monteiro.

Lançado em 1997 em Portugal (no Brasil a primeira edição foi em 2000, pela editora Record), o livro está atualmente esgotado, disponível apenas em sebos, embora seja peça importante na produção literária recente, pela maneira como apresenta um enredo baseado nos limites entre realidade e ficção – assunto recorrente na literatura dos últimos anos.

O livro está agora disponível para compra no formato e-book, através da Cesárea Editora (R$ 6,90 no site www.cesarea.com.br), coordenada pelo jornalista Schneider Carpeggiani e pela designer Jaíne Cintra. Além de editora de livros digitais, o projeto também funciona como revista de crítica literária trimestral.

No livro, o escritor pernambucano criou o personagem Vasco Aspades, cineasta português cercado por roteiros jamais realizados e filmes esquecidos – imagem reveladora sobre a perspectiva de Fernando sobre o espaço que resta para a cultura – cinema, literatura. É possível notar, como proximidade artística, autores como Antonio Tabucchi, Italo Calvino, Roberto Bolaño e Enrique Vila-Matas – pesquisadores da linguagem, investigadores da literatura no limite entre vida e arte.

Compartilhe

Sobre o autor

Jornalista. Escreve sobre literatura e cinema no caderno de cultura do jornal Folha de Pernambuco desde 2009.

Comente!